Escolha uma Página
John Romita | Icônico artista da Marvel Comics, falece aos 93 anos deixando um legado para a história dos quadrinhos

John Romita | Icônico artista da Marvel Comics, falece aos 93 anos deixando um legado para a história dos quadrinhos

por | jun 15, 2023 | Notícias, Quadrinhos

Idioma: Português Português Inglês Inglês Espanhol Espanhol

0
(0)

Recentemente, a comunidade dos quadrinhos da Marvel foi surpreendida com a notícia da morte de um dos maiores artistas da indústria: John Romita Sr. O artista faleceu aos 93 anos de idade, deixando um legado extraordinário para a história dos quadrinhos.

A notícia de sua morte foi compartilhada por seu filho e colega artista de quadrinhos, John Romita Jr. na segunda-feira, 12 de junho de 2023:
Digo isso com o coração pesado, meu pai, John Romita, faleceu pacificamente enquanto dormia na manhã desta segunda-feira. Ele é uma lenda no mundo da arte e seria uma honra seguir seus passos. Por favor, mantenha seus pensamentos e condolências aqui em respeito à minha família. Ele foi o maior homem que já conheci.”



John Romita | Icônico artista da Marvel Comics, falece aos 93 anos deixando um legado para a história dos quadrinhos

John Romita é um nome que dispensa apresentações para os fãs de quadrinhos. Ele é um dos artistas mais icônicos e influentes da Marvel Comics, tendo trabalhado em alguns dos títulos mais importantes da editora, como “O Espetacular Homem-Aranha”, “Os Vingadores” e “Demolidor”. Durante sua carreira, ele moldou o visual de muitos personagens e ajudou a definir o estilo visual da Marvel.

Nascido em Nova York em 24 de janeiro de 1930, Romita começou sua carreira nos quadrinhos na década de 1940, trabalhando como office boy para a Timely Comics, que mais tarde se tornaria a Marvel Comics. Ele rapidamente se tornou assistente do lendário artista Jack Kirby, e começou a aprender as técnicas e o estilo que o tornariam famoso.



Romita trabalhou em diversos títulos da Marvel nos anos 1950 e 1960, mas foi em 1965 que ele assumiu a arte de “O Espetacular Homem-Aranha”, um dos títulos mais importantes da editora. Ele substituiu Steve Ditko, o co-criador do personagem, e rapidamente fez sua marca no título. Romita introduziu um estilo mais realista e detalhado, que se tornaria uma das marcas registradas do personagem.

Além de ser um grande artista, Romita também foi um dos principais responsáveis pela supervisão artística da Marvel nos anos 1970 e 1980. Ele ajudou a definir o visual de muitos personagens e títulos, e foi fundamental para o sucesso da editora nessa época.



Ao longo de sua carreira, Romita recebeu diversos prêmios e honrarias, incluindo o Prêmio Inkpot em 1977, o Prêmio Haxtur de Melhor Desenhista Internacional em 1994 e a indução ao Hall da Fama dos Quadrinhos de Will Eisner em 2002.

A notícia da morte de John Romita Sr. foi recebida com tristeza e comoção pelos fãs de quadrinhos em todo o mundo. Muitos artistas e escritores que trabalharam com ele ao longo dos anos prestaram homenagens nas redes sociais, destacando o impacto que ele teve em suas vidas e carreiras.



Em uma entrevista de 2002, John Romita Sr. comentou sobre sua carreira:
Sempre senti que me tornei um seguidor por necessidade. Porque eles já tinham feito as regras básicas. E eu me tornei um cara que estava apenas seguindo o exemplo de todo mundo. Acho que teria sido mais um pioneiro e mais uma pessoa por direito próprio do que um seguidor. Acho que isso me marcou para sempre. Não importa o sucesso que tive, sempre me considerei um cara que pode melhorar os conceitos de outra pessoa. Um escritor e outro artista podem criar algo, e eu posso torná-lo melhor… Não me considero um criador. Eu criei um monte de coisas. Mas não me considero um verdadeiro criador no sentido de Jack Kirby. Mas sempre tive a capacidade de melhorar as histórias de outras pessoas, os personagens de outras pessoas. E acho que foi isso que me fez viver por 50 anos.





O legado de John Romita Sr. é inegável. Ele moldou o visual de muitos personagens icônicos da Marvel, e ajudou a definir o estilo visual da editora. Seu trabalho influenciou uma geração de artistas e fãs de quadrinhos, e continuará a inspirar futuras gerações.

Em um mundo em que a tecnologia e os efeitos especiais dominam a mídia, a arte dos quadrinhos muitas vezes é deixada de lado. Mas artistas como John Romita Sr. são um lembrete de que os quadrinhos são uma forma de arte valiosa e importante, que merece ser apreciada e valorizada. E, acima de tudo, ele será lembrado como um dos maiores artistas que já trabalharam nos quadrinhos da Marvel Comics.

John Romita | Icônico artista da Marvel Comics, falece aos 93 anos deixando um legado para a história dos quadrinhos
John Romita Icônico artista da Marvel Comics, falece aos 93 anos

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Outros artigos que você possa se interessar




Diversão: Quizes

Review de Filmes e Séries

Filmes e Séries

Livros e Quadrinhos

Nação Zumbi: Uma Antologia de Contos – Pris Magalhães

Nação Zumbi: Uma Antologia de Contos – Pris Magalhães

Nação Zumbi é uma coleção visceral que explora os confins mais sombrios da humanidade através das lentes de um apocalipse zumbi. Nação Zumbi, um tributo a George A. Romero, contos de Pris Magalhães Sinopse Nação Zumbi Nas ruínas de São Paulo, uma cidade outrora...

Ciência e Tecnologia