Escolha uma Página
Spider-Man: Lotus | Fan filme completo do diretor Gavin J. Konop, baseado no herói em quadrinhos da Marvel

Spider-Man: Lotus | Fan filme completo do diretor Gavin J. Konop, baseado no herói em quadrinhos da Marvel

por | ago 12, 2023 | Curtas e Fan Film, Notícias

Idioma: Português Português Inglês Inglês Espanhol Espanhol

5
(1)

Finalmente Spider-man: Lotus foi lançado gratuitamente no Youtube. Com 2 horas de duração, do diretor Gavin J. Konop, o filme apresenta um trabalho incrível dos atores, diretor e da equipe de efeitos especiais em um filme emocionante, e que esteve cercado de polêmicas que quase causou com a inviabilidade do projeto.

Sinopse de Spider-man Lotus

Após a trágica morte de sua ex-namorada – aparentemente causada por sua própria tentativa de salvá-la – Peter Parker (Warden Wayne) permanece em sua culpa do passado, questionando se a maldição de seu alter ego deve ser enterrada para sempre. Quando ele recebe a notícia de que uma criança com doença terminal pediu para conhecer o Homem-Aranha, Peter contempla a decisão de confortá-lo em seus últimos dias.



Spider-man: Lotus é baseado em SPIDER-MAN: BLUE e THE KID WHO COLETS SPIDER-MAN. Inspirado por WEBSPINNERS: TALES OF SPIDER-MAN, PETER PARKER: SPIDER-MAN, THE AMAZING SPIDER-MAN, THE SPECTACULAR SPIDER-MAN e mais execuções da história do personagem.

Elenco de Spider-Man Lotus

O diretor Warden Wayne interpretará o Homem-Aranha, Harry Osborn terá um papel importante no filme e será interpretado por Sean Wythe, Iluminando os conflitos do filme estará Mary Jane Watson, interpretada por Moriah Brooklyn, Tuyen Powell interpretará Gwen Stacy e Max Fox é Tim Harrison.



A jornada do fan filme Spider-man: Lotus, por Gavin J. Konop

Desde que me lembro, passei grande parte da minha vida procurando na ficção uma fuga. Não importa quais fossem os problemas da minha vida, as histórias sempre estavam lá para me confortar – ver o Homem-Aranha balançando pela cidade, ver Marty McFly correr no tempo no DeLorean, ver ET e Elliot voarem na frente da lua — me trouxe uma sensação de segurança e proteção quando precisei. À medida que envelheci, esse hábito de me refugiar nas histórias continuou; no entanto, conforme comecei a descobrir minhas filosofias e moral, e comecei a me tornar quem sou hoje, descobri que a ficção pode existir para muito mais do que simples escapismo – ela pode nos inspirar. Isso pode nos elevar. Ele pode colocar uma lupa no mundo ao nosso redor e ser uma luz guia que nos dá força para enfrentar as dificuldades que se apresentam.”

É por isso que decidi criar o Homem-Aranha: Lotus. Todos nós já encontramos infortúnios em nossas vidas. É humano. As coisas nem sempre serão fáceis. E todos nós já perdemos alguém antes. Uma separação, um desentendimento, uma morte. E quando perdemos alguém que amamos, é fácil ser enterrado por isso. Deixar que nos consuma… pode sufocar você. Pode nos fazer sentir como se o mundo tivesse desmoronado e que não houvesse saída.



Quando estamos nessa escuridão, somos os mais propensos a cometer erros. É aqui que nossas escolhas definidoras são feitas; esses são os momentos que nos moldam em quem devemos nos tornar. Podemos deixar que isso nos corrompa e nos empurre mais fundo em nossas piores falhas, ou podemos encontrar a integridade em nós mesmos para usá-la para algo mais. Quando confrontamos nossa tragédia – quando acumulamos forças para superar, nos tornar melhores do que éramos antes e florescer no amanhã, é quando a bondade em todos nós brilha mais intensamente. Assim como o lótus, também temos a capacidade de sair da lama, florescer da escuridão e irradiar para o mundo. A capacidade para o bem está dentro de todos nós. Espero que todos gostem do filme. Colocamos tudo o que tínhamos nele. Este é apenas o começo.

Siga as redes sociais de Gavin J. Konop

Spider-Man: Lotus | Fan filme em controvérsia nas mídias sociais em torno de seu ator e diretor principal
Gavin Konop e Wayne Warden

Spider-man: Lotus e as controvérsias

O fan filme “Spider-Man: Lotus” passou por diversas controvérsias nas mídias sociais devido ao comportamento controverso de seu ator e diretor principal. O ator Wayne Warden e o diretor Gavin Konop sofreram reações negativas por comentários racistas e homofóbicos em suas contas de mídia social. Mensagens reveladas mostram linguagem extremamente racista usada por Warden e Konop, resultando em declarações e pausas nas mídias sociais por parte deles. A controvérsia lançou uma sombra sobre o filme, que havia ganhado muita atenção positiva, levantando questões sobre padrões éticos em projetos cinematográficos, mesmo que não haja lucro envolvido. Isso pode afetar futuros projetos de fãs que utilizem propriedades intelectuais de terceiros.



Apesar de toda polêmica que aconteceu entre os envolvidos, é importante lembrar de separarmos a arte do ocorrido e do trabalho de entrega dos atores, diretor e a equipe de efeitos especiais em apresentar um emocionante filme de 2 horas de duração ao seu público.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Outros artigos que você possa se interessar




Diversão: Quizes

Review de Filmes e Séries

Filmes e Séries

Livros e Quadrinhos

Nação Zumbi: Uma Antologia de Contos – Pris Magalhães

Nação Zumbi: Uma Antologia de Contos – Pris Magalhães

Nação Zumbi é uma coleção visceral que explora os confins mais sombrios da humanidade através das lentes de um apocalipse zumbi. Nação Zumbi, um tributo a George A. Romero, contos de Pris Magalhães Sinopse Nação Zumbi Nas ruínas de São Paulo, uma cidade outrora...

Ciência e Tecnologia